O Egoismo e o Amor

O Egoismo e o Amor
Não se pode fazer outra pessoa feliz. Pode-se, sim, colaborar com ela na construção de sua própria felicidade. Não se dá o que é inalienável, inseparável, intransferível. Como posso dar aquilo que eu não possuo? Não possuo a felicidade, sou possuído por ela, e isso acontece quando cuido do ninho onde ela se acomoda. Esse ninho sou eu. E não há quem possa construí-lo por mim; mas sei que quando ele é aconchegante e espaçoso o suficiente, acolhe alguém mais, que é atraído por seu conforto. Então, posso compartilhar com o outro não a felicidade, mas o ninho que a atraiu, eu mesmo...

Então, se você quer fazer outras pessoas alegres, seja alegre! Quer cuidar dos outros, então cuide de você.

Estar "cada um na sua" não significa ignorar o semelhante, olhar apenas para o próprio umbigo, ser egoísta... "Estar na sua" significa desobrigar o outro da preocupação com você, devolver ao coletivo a energia que seria gasta para que você fosse cuidado. 
Essa energia, quanto mais coletiva, mais cria a força que une as pessoas. O que, é claro, aumenta a possibilidade de um cuidar do outro, quando isso realmente for necessário. 

A melhor sensação não é de ser cuidado, e sim de perceber que você pode sr cuidado se for preciso. E é essa segurança que nos faz viver melhor, de maneira mais humana e amorosa.


Por: Eugênio Mussak 
Fonte: Uma coisa de cada vez – atitudes para viver melhor – Ed. Gente



Compartilhe:

0 Comentários Fofos

Ola! Muito obrigada por acessar o Blog e obrigada também por se disponibilizar a comentar as postagens!
Fique a vontade para interagir e seja muito bem vindo (a)!!!

MyFreeCopyright.com Registered & Protected
DMCA.com Protection Status